2002 e 2014

Começar a copa do mundo vencendo de virada e com um pênalti inventado só de longe são semelhanças entre o Brasil de Scolari em 2002 e este de agora em 2014.

A insistência em um sistema de jogo com quatro jogadores sem vocação nenhuma pra defender é na verdade a grande semelhança.

Em 2002 a insistência em querer adotar o 3-3-1-3 gerava uma vulnerabilidade enorme para a defesa da seleção brasileira, a idéia de ter Juninho Paulista a frente de Rivaldo, Ronaldo e Ronaldinho com Roberto Carlos e Cafú saindo pelos lados a partir do meio campo e se somando as ações ofensivas buscava intensidade na hora de atacar, o que não aconteceu. Até o jogo com a Bélgica, nas oitavas de final, o Brasil era incapaz de oferecer resistência quando atacado, faltava gente para defender. Teve na Turquia um rival que foi capaz de complicar a vida e que na primeira fase só foi batido graças a um pênalti inexistente, China e Costa Rica os outros dois do grupo, não serviam de parâmetro para muita coisa.

O momento em que a mão do treinador apareceu em 2002 foi no intervalo do jogo com a Bélgica, o 3-3-1-3 virou 3-4-3, entrou Kleberson e saiu Juninho Paulista. Essa troca de sistema transformou um amontoado de ótimos jogadores em um time de futebol, Gilberto Silva antes da entrada de Kleberson jogava sozinho, mais que sobrecarregado na marcação do meio de campo coisa que Juninho nem querendo faria, não era função dele fazer isso.

Em 2002 a escalação era: Marcos; Lúcio, Edmilson, Roque Júnior; Cafú, Gilberto Silva, Roberto Carlos; Juninho Paulista; Ronaldinho, Rivaldo e Ronaldo. O 3-4-3 por vezes tinha uma pequena variação pro 3-4-2-1 com Ronaldinho e Rivaldo ficando um pouco mais atrás, mais perto da linha dos quatro no meio. O modelo que corrigiu o time tinha: Marcos; Lúcio, Edmílson, Roque Júnior; Cafú, Gilberto Silva, Kleberson, Roberto Carlos; Rivaldo, Ronaldinho e Ronaldo. Depois da mudança, quando atacado o Brasil tinha além dos três do fundo uma linha com quatro que davam pra zaga a proteção que qualquer zaga precisa.

Quem se defende bem tem fluidez pra atacar, atacar bem é consequência de se defender bem.

A mudança vai além dos nomes, o grande acerto de Scolari se deu na troca do sistema, poderia no mesmo setor jogar Vampeta por exemplo.

Em 2014 o esquema base é 0 4-2-3-1 com uma variação para o 3-3-1-3. É 4-2-3-1 quando o meio tem junto Paulinho e Luiz Gustavo, porém, Luiz Gustavo várias vezes durante o jogo baixa para a linha de defesa, transformando os laterais em alas com Paulinho como o último jogador antes dos quatros da frente ( Neymar, Oscar, Hulk e Fred ). Paulinho sozinho com Daniel Alves e Marcelo fora de sincronia e os quatro da frente amontoados são uma receita para o desastre. Mais que 3-3-1-3 ou 4-2-3-1 ou qualquer outro número, o número fundamental é o de jogadores com aptidão para realizar a tarefa defensiva conforme o sistema proposto.

Como em 2002, Scolari tem dificuldades em montar um sistema defensivo ordenado, sempre que se joga com quatro jogadores cuja vocação é atacar, se defender é tarefa complicadíssima. As equipes que conseguem se defender tendo muita gente no ataque são as que sobem a marcação ( como na escola holandesa ) e isso temerário, marcar assim é fazer um compromisso com o êxito na hora de se defender que é ilusório, quando se joga assim um erro na marcação se paga tomando um gol. A virtude da marcação é a paciência, tirar espaços não necessariamente é sufocar o rival no seu campo de ataque.

A natureza do futebol é defensiva, não existe possibilidade de se conceber uma equipe sem um sistema defensivo bem armado.

Só se tem a bola roubando ela, repetiu a náusea e forrado de razão de 1991 a 1994 Carlos Alberto Parreira.

Scolari também sabe disso, mas a copa do mundo por ser um torneio curto raras vezes é generosa como foi em 2002.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s